[ESPECIAL] Semana Rick Riordan - Experiência com o autor


Olá pessoal. Voltei rápido, não? Dessa vez é por uma ocasião especial! Estou trazendo mais uma semana  Rick Riordan aqui para o blog. Diferente da primeira vez que trouxemos esse especial, ainda em 2016, hoje já tenho alguma bagagem para falar melhor da minha experiência com os livros do autor, mesmo que ainda que não tenha lido sua maior saga até hoje. Para começar, quero trazer um pouco do que vivenciei após minha primeira experiência com Magnus Chase e os Deuses de Asgard e seguindo por As provações de Apolo.

Como já falei diversas vezes aqui no blog, a minha impressão inicial com Magnus Chase não foi das melhores e foi preciso um certo esforço até me acostumar com o estilo de narrativa e o próprio autor estabelecer bem o universo de uma nova mitologia com novos personagens.

Desde então, a cada novo lançamento eu tenho procurado acompanhar e me envolver ainda mais com os personagens e histórias que ele apresenta. Impossível esquecer, por exemplo, minha/meu personagem favorito de todos os livros que li dele até o momento: Alex Fierro e sua grande importância dentro da trilogia de Magnus Chase.

A naturalidade com que nos identificamos com os personagens é tanta que nos faz ter a curiosidade de querer ir saber que deuses nos representam, de quais somos filhos. Lembro que em um dos posts da semana especial em 2016, citei Odin, da mitologia Nórdica como sendo meu pai.


Já disse e repito diversas vezes: ler os livros de Rick Riordan é uma experiência enriquecedora, uma apresentação divertida de mitologia, personagens, deuses, história cativantes e emocionantes. Rick Riordan é talvez o autor mais importante da Literatura Fantástica Infanto-Juvenil nos últimos tempos e o sucesso de cada livro lançado só prova isso.

E esse tipo de relação com as obras do autor e tudo o que ela representa, toda a capacidade que elas possuem de trazer novos jovens para o mundo da leitura, me fez ter a certeza de querer compartilhar isso com outras pessoas. Minha coleção de Magnus Chase e os Deuses de Asgard, por exemplo, já foi para as mãos de um jovem leitor e pretendo que, após finalizada, As Provações de Apolo tenham o mesmo destino.

Espero que tenham gostado desse primeiro post. Essa semana ainda teremos mais, com direito a resenha de A tumba do tirano, quarto livro de As provações de Apolo. Até breve!

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário ♥

Postar um comentário