[RESENHA] Descender - Estrelas de Lata (Vol. 1)



Olá pessoal, como estão? Sim, eu sei, demoramos bastante tempo para atualizar o blog com novos textos, mas aqui estou para continuar essa atividade que tanto gosto. Hoje venho trazendo a resenha de uma HQ que desde o anúncio já me chamou a atenção, principalmente pela linda capa, que é bem simples, mas coloca em destaque o que realmente importa para o que vem a seguir. Vamos para a resenha:

Acho impressionante como a mente de Jeff Lemire é criativa para dar início a novas histórias com personagens cativantes e mundos que esbanjam fascinação e curiosidade para o leitor. Em Descender, que chega ao Brasil pelas mãos da Editora Intrínseca, o autor nos apresenta logo de cara um mundo onde enormes robôs, chamados de Ceifadores, eliminaram a vida de milhões de seres do cosmo, o que dá início a uma verdadeira caçada contra outros robôs que eram usados comumente pelos povos de diversos planetas do Conselho Galáctico Unido (CGU). Praticamente todas as máquinas foram extintas e as que ainda existem são perseguidas até a "morte".


Parece ser uma premissa batida, já comum em diversas obras da literatura mundial, até o momento em que Lemire usa de sua genialidade para nos apresentar um elemento que traz ótimos questionamentos e que pode conduzir bem o fio da trama pelos próximos volumes: Afinal, robôs podem sonhar?


A narrativa de fato começa a se desenrolar quanto Tim-21, um tipo de robô que servia como companhia para crianças, desperta no planeta em que ele estava, uma década após os Ceifadores matarem milhões. Seu despertar logo é percebido pelo CGU e daí em diante inicia-se uma perseguição contra o pequeno androide. Certo, e o motivo para que seu despertar seja tão dramático? Seu código pode conter pistas sobre os robôs gigantes e responder a diversas perguntas que tentam explicar o que de fato aconteceu dez anos antes.

O texto de Lemire nesse volume inicial é incrível! Ele consegue situar o leitor no contexto geral do CGU rapidamente, sem complicar demais as coisas, além de fazer um trabalho primoroso na apresentação de personagens, utilizando-se, por exemplo, de flashbacks, que a todo momento explicam as atitudes dos personagens e, melhor ainda, sem ser extremamente expositivo e didático. Em nenhum momento ele subestima o leitor.


Os personagens são interessantes e cada um já começa a ter seu papel bem desenhado ao longo das páginas e com boas reviravoltas que adicionam novas camadas. Tim-21 é acompanhado pelo seu cachorrinho Bandit (que imediatamente nos conquista) e por Perfurador, ambos robôs. Também somos apresentados a Telsa, uma agente do CGU com um arco pessoal que pode vir a ser muito interessante; e Dr. Quon, o pai da robótica conhecida que esconde segredos que são combustível para uma das maiores reviravoltas deste primeiro volume.

A arte de Dustin Nguyen é marcante, linda, sutil e transmite exatamente o que precisa para se conectar com o texto e principalmente com nós leitores. Seu trabalho com os quadros e a forma magistral com que ele consegue em alguns momentos e entre um quadro e outro, intercalar passado e presente na narrativa sem deixar o leitor desorientado, me deixou simplesmente fascinado.


Eu preciso dizer que a curadoria da Intrínseca para as HQ's lançadas pela editora está de parabéns! Descender é mais uma aposta certeira aqui no Brasil. Leitor, pode ir sem medo.

Autores: Jeff Lemire (Roteiro) e Dustin Nguyen (Arte) Editora: Intrínseca | Páginas: 144 | Ano: 2019



Comente com o Facebook:

Nenhum comentário ♥

Postar um comentário