[RESENHA] Black Hammer - O Evento


Finalmente o segundo volume de Black Hammer está entre nós! E até que foi bem rápida a chegada dele por aqui. Então, sem muita enrolação, vamos lá para uma rápida resenha sobre a continuação da intrigante narrativa que nos foi apresentada no primeiro volume. Fica o aviso de possíveis spoilers no texto a seguir!

"Black Hammer - O Evento" continua exatamente de onde parou o primeiro volume. (SPOILERS A SEGUIR). As últimas páginas do volume anterior terminam com a chegada da filha de Black Hammer na fazenda em que moram os super-heróis. Ela não lembra nenhum detalhe de como foi parar ali, exceto de que está a procura do pai, que ela agora descobre estar morto. A partir desse ponto, vendo a profunda falta de vontade da maioria deles de descobrir o que está começando e de como podem sair desse limbo em que se encontram, ela decide investigar por conta própria a cidade, com o objetivo de descobrir qualquer pista do que pode estar acontecendo e de como ela pode tirá-los dali.


Essa é a principal linha narrativa que nos acompanha no segundo volume de Black Hammer. Além disso, há a apresentação da história de origem de Talky-Walky, uma robô nativa de um planeta distante e que é parceira do Coronel Weird, que continua tão misterioso quanto nos eventos ocorridos em "Origens Secretas". E, claro, somos apresentados a mais elementos do passado dos personagens principais.

O roteiro de Jeff Lemire também trabalha para nos apresentar um retrato mais amplo de todos os eventos que culminaram na chegada dos heróis na fazenda. Desde como Black Hammer assumiu seu papel, até a ameaça do Antideus. Dessa forma, como consequência, somos apresentados a uma nova equipe de heróis, que seria a responsável por impedir que o grande vilão concluísse seus planos de chegar à Terra: Os Cavaleiros da Luz, que tem como líder Starlok. Além dele, fazem parte da equipe os heróis Escaper, Whiptara, Andarilho do Tempo e seu cão Crono e, por fim, Black Hammer.


A trama finalmente começa a tomar forma e aos poucos vamos reunindo informações, enquanto somos apresentados a novas facetas e olhares dos personagens principais da HQ. Achei interessante que, mesmo tendo um capítulo para cada um deles no primeiro volume, ainda existem fatos interessantes sobre suas vidas que merecem ser compartilhados com nós leitores.

O texto de Lemire continua excelente e só nos conecta mais com seus personagens e histórias. Dean Ormston mantém o nível na arte, com as excelentes cores de Dave Stewart. Nesse volume em especial, há também a colaboração de David Rubín, com arte e cores no capítulo dedicado à Talky-Walky, que citei a pouco, com uma pequena amostra na foto abaixo. Enfim, trabalho de grande qualidade.


O final conseguiu me deixar ainda mais surpreso e com dúvidas, apesar de que eu estava esperando por algo do tipo acontecer depois da chegada da filha de Black Hammer na fazenda. Agora estou mais que ansioso para a chegada do terceiro volume por aqui. E, claro, Coronel Weird sabia o que estava para acontecer, o tal Evento do título.

Espero que tenham gostado e até breve.

Autores: Jeff Lemire (Roteiro), Dean Ormston (Arte), David Rubín (Arte e Cores) e Dave Stewart (Cores| Editora: Intrínseca | Páginas: 176 | Ano: 2018


Comente com o Facebook:

Nenhum comentário ♥

Postar um comentário