Experiência: Intrínsecos


Boa tarde Divagadores... Olha eu aqui, depois de meses e uma série de problemas dando as caras novamente no blog. Pois é, vocês já estão cansados de saber que eu sempre sumo, mas desta vez eu acho que foi demais, até mesmo o pessoal do blog já estava pensando que eu fui abduzida por uma nave espacial, mas aqui estou eu, retomando a rotina, firme, quem sabe... Forte também. No finzinho de agosto o Wesley deixou aqui no blog uma postagem falando sobre o Intrínsecos, clube do livro da nossa grande parceira Intrínseca. Se você ainda não viu a postagem pode conferir clicando aqui. Hoje eu venho aqui para falar sobre a minha experiencia com está novidade incrível, bora lá?

Clubes de Livro não são novidades, conseguimos encontrar alguns por ai e desde o começo do ano eu andava cogitando a possibilidade de começar a fazer parte de algum. Analisei diversos clubes e acabei não assinando nenhum por uma simples questão de valor: os clubes eram bons, mas eu não tinha condições de pagar e ainda acabar correndo o risco de receber algum livro que eu já havia lido ou tinha na minha prateleira. Calma lá, não estou dizendo que os outros clubes não eram bons, estou apenas dizendo que apesar de tentador eles não eram o tipo de investimento que cabia no meu bolso.

Quando recebemos o e-mail da Intrínseca falando sobre o Intrínsecos a possibilidade de fazer parte do clube logo me veio a mente e fiquei ainda mais excitada com a ideia de receber um livro 45 dias antes de seu lançamento oficial. A questão era esperar até o lançamento oficial para saber a questão do preço e para a minha alegria a assinatura cabia no meu bolso e óbvio que eu não deixei a oportunidade passar.

Sinceramente, não vou fingir que tudo foram só flores no momento em que fiz a assinatura. Eu passei por uma situação um tanto quanto chata e não sei se a Intrínseca já corrigiu isso, então me perdoem ai se eu estiver falando algum tipo de abobrinha.

Acontece que eu optei pelo plano anual, já que ele rolava um descontinho, mas ao contrário dos outros clubes de assinatura que eu já fiz parte e já vi por ai, o valor não é debitado todo mês no cartão de crédito e sim de uma vez só. Como não tenho um cartão de crédito com um limite poderoso, não preciso nem dizer que uma compra de mais de 700 reais não passou e eu tive que optar por pagar o plano mensal que vai sendo lançado no cartão todo mês. Eu não consegui conferir se a forma de pagamento continua desta forma, mas Intrínseca meu amor, se a cobrança ainda estiver sendo feita dessa forma vocês poderiam cogitar em dar uma forcinha pra gente e mudar a forma de pagamento, garanto que isso ia inclusive trazer mais assinantes para o clube.

Assinatura feita veio o período mais cruel de todos: a espera. Não sei vocês, mas já fiz parte de clubes de esmaltes e papelaria e o período de espera é sempre o pior de todos. A ansiedade bate forte no peito e é claro que com o Intrínsecos a coisa toda não poderia ser diferente, só que acho que dessa vez acabou sendo até pior. Em seu Instagram a editora foi soltando diversas pistas para que nós tentássemos adivinhar qual seria o primeiro livro do clube e eu como não sou muito boa com isso acabei sofrendo com o mais amargo fracasso. A única coisa que consegui adivinhar sobre o livro, no final das contas foi o seu gênero. Aliás, por falar em gênero eu e o Wesley em uma conversa, após ficarmos sabendo qual era o livro através de outros parceiros que receberam o livro primeiro, chegamos a conclusão que a Intrínseca optou em sem manter em sua zona de conforto na escolha do título que escolheu para iniciar o clube, mas ainda assim eu amei a escolha.

Agora vai rolar aquele momento de sinceridade aqui com vocês. Confesso que no momento em que eu soube que as capas iam ser simples, com uma única cor, eu torci o nariz. Para mim a promessa de uma capa exclusiva era sinônimo de uma arte diferente do que encontraríamos nas prateleiras. Demorei e muito para me acostumar com a ideia de que não haveria nada de realmente diferente, fora o fato do livro ser de capa dura, mas pensa em alguém que mudou de ideia assim que pegou o livro na mão? É, esse alguém fui eu. Apesar da simplicidade achei que o livro ficou lindíssimo com aquele charme de encadernação em um estilo antigo e principalmente com aquele ar de mistério que vai ficar para as pessoas que estiverem ao seu redor e que não vão conseguir descobrir com facilidade que livro a gente está lendo. A encadernação está simplesmente perfeita e a Intrínseca está de parabéns por ter feito esta escolha.

Sei que o texto aqui está grandinho, mas ainda tenho mais alguns pontinhos para falar, aguenta ai...

Agora vamos aos itens que acompanham o livro. Bem, não posso falar sobre o marca páginas porque não o recebi... Devo ter sido uma daquelas pessoa sortudas, folheei meu livro e minha revista mil vezes e não estava lá, mas tudo bem, não tem problema, não sou do tipo de pessoa que é fanática por marca páginas. Quanto a revista vou ser sincera em dizer que ainda não li seu conteúdo, mas dei uma foleada e achei seu designer muito bacana e com um conteúdo muito legal. Em breve apareço aqui contando mais sobre ela, ou falando dela junto com a resenha do livro. Porque sim... Comecei a ler o livro hoje e estou praticamente o devorando, então, quem sabe muito em breve, a resenha dele apareça por aqui.

Passemos agora ao brinde. Achei super legal a ideia de enviar uma especie de saquinho com evidências policiais, mas o modo como ele foi montado chama mais atenção em si do que o nosso brinde que é uma simples caneta.


Ah, além das coisas que comentei ali em cima eu também recebi uma ecobag do clube, que foi um presente exclusivo para que assinasse o clube em sua semana de lançamento estou simplesmente apaixonada por ela, bem porque, eu amo ecobags e tenho quase uma coleção feita só com coisas que recebi da Intrínseca. Essa vai ficar ótima no meu conjunto.

Tenho certeza que vocês devem estar ai se perguntando "Gisele, você acha que vale apena assinar o Intrínsecos?" e eu vou usar de toda minha sinceridade para responder que sim. Se você assinar o plano mensal que é de R$ 54,90 (vamos deixar de lado o frete) e for por ai olhar vai ver que livros em edições especiais estão nessa faixa de preço, isso quando não estão mais caros. Sem contar é claro que o fator "exclusividade" deixa o clube ainda mais em conta.

E aí, vocês também assinaram o Intrínsecos? Se não assinaram ainda da tempo de fazer sua assinatura para a próxima caixinha clicando aqui

Espero que tenham gostado e que possamos nos ver de novo em breve. Beijinhos e até a próxima. 

Comente com o Facebook:

Um comentário ♥

  1. Também comecei a ler meu livro hoje... E tenho que falar que não estou me aguentando não.

    ResponderExcluir