[RESENHA] Valente: Para Sempre (Volume 1)



Salve, Salve Divagadores! It's me, Alex! Estou de volta ao blog com resenhas voltadas principalmente para HQs e Mangás! E para começar, HQ nacional!
Valente conta a história de um tímido jovem à procura do amor de sua vida. Mas esta não é a típica história de amor que se vê nos filmes, seriados e novelas. Mais próxima da realidade, ela mostra como os diferentes parceiros que encontramos pelo caminho e todas as experiências que passamos ao lado deles influenciam em quem somos e em quem vamos nos tornar. Sucessos e fracassos, alegrias e decepções, Valente é sobre as garotas que encontramos em nossas vidas antes de encontrarmos A garota de nossas vidas. Totalmente criado, escrito e desenhado por Vitor Cafaggi, autor de Laços, a graphic novel estrelada pela Turma da Mônica e publicada pela Panini.
Desde criança sempre fui fã das histórias da Turma da Mônica. Em minha fase adulta, estou tendo o prazer de acompanhar a coleção MSP, uma coleção com os personagens de Maurício de Souza sendo retratados por outros artistas. E foi lendo os volumes referentes a Turma da Mônica que conheci o trabalho de Vitor Cafaggi, que juntamente com sua irmã Lu Cafaggi, escrevem e desenham as histórias. Sabe como são os nerds né? Quando você gosta, corre atrás de mais. E foi ai que “ouvi” falar de Valente. Infelizmente fiquei triste ao saber que os primeiros volumes estavam esgotados. Graças aos deuses a Panini resolveu republicar. Eu não podia perder a chance. E você também não pode perder.

Valente é um jovem sonhador, que em meio a adolescência e estudos, começa a conviver com o amor e suas alegrias e desilusões. Simpático, mas muito tímido e ansioso (e por vezes atrapalhado), acompanhamos todas as suas dificuldades de se relacionar com pessoas desconhecidas, principalmente do sexo oposto. Nesse primeiro volume conhecemos o desenrolar de como ele se apaixona pela gatinha Dama em uma de suas viagens rotineiras de ônibus e todas as consequências que isso trará a sua vida a partir de então.

A história é envolvente e recheada de situações corriqueiras e facilmente identificáveis com situações que você já deve ter vivido. Afinal quem nunca ficou nervoso e pagou mico perante a garota linda que conheceu? Quem nunca fez um zilhão de planos com a garota (incluindo ter filhos), sem sequer terem saído uma única vez com ela? Não sei você, mas eu já! E não foi a única situação com a qual me identifiquei. O primeiro encontro dele, no cinema, lembrou bastante o meu primeiro encontro com a minha esposa. E o melhor é que tudo isso acontece de forma fluída, engraçada e terna, longe de ser meloso e dramática.

O autor se inspirou em várias passagens de sua vida para criar a obra. Muitos dos personagens que conhecemos nos quadros são “avatares” de amigos e familiares, como sua irmã Lu Cafaggi. E um pequeno detalhe que eu adorei foi a forma que os personagens são representados. Apesar dos sentimentos e situações genuinamente humanas, visualmente eles são representados por diversos tipos de animais: cachorro, gato, tigre, macaco, etc. Isso me lembrou bastante um dos meus desenhos favoritos na infância: Ducktales

A leitura ocorre de maneira leve e prazerosa. Mesmo sabendo que a série tem mais volumes e está em andamento, você fica ansioso para chegar logo ao final. A vontade que nos deixa é de querer logo adquirir as continuações. Li tudo de uma única vez, sem me cansar. 

A arte é cativante e excepcional. Cafaggi consegue expressar através dos desenhos a mesma sensibilidade demonstrada com as palavras. O traço é delicado, limpo e lindo. Os quadros seguem o esquema de tiras, tais quais as de jornais.



Só resta esperar o relançamento dos demais volumes. Valente já me conquistou, e espero que conquiste vocês também.

Autor: Vitor Cafaggi | Editora: Panini | Páginas: 97 | Ano: 2018


Comente com o Facebook:

Nenhum comentário ♥

Postar um comentário