[ESPECIAL] Melhores Leituras de 2017 Parte 1


Oi pessoal! Como prometido, venho hoje trazer para vocês a primeira parte de nossas melhores leituras de 2017. Nessa parte vocês verão os meus 10 livros preferidos do ano passado, que foi cheio de ótimas leituras e surpresas. Confiram:


10 - As Provações de Apolo: O Oráculo Oculto

Já dou início ao ranking avisando que os quatro primeiros livros listados aqui, que correspondem da 7ª a 10ª posição são ocupados por livros do Rick Riordan. A minha primeira experiência não foi das mais positivas, mas à medida que fui conhecendo o autor fui também passando a gostar mais de suas obras. O Oráculo Oculto é um ótimo exemplo de leitura divertida, bons personagens e história que prende do início ao fim, isso sem falar de como esse livro também trabalha muito bem a questão de como fazer seus personagens evoluírem.

 9 - Magnus Chase e os Deuses de Asgard: O Navio dos Mortos

Esse livro é o encerramento de uma excelente trilogia baseada na mitologia nórdica. Mais uma vez ótimos personagens e história. O único porém fica para o fato de que o livro não passa realmente uma verdadeira sensação de ameaça aos personagens, que no fim, são o real centro de toda a trama, que gira bastante em torno da discussão sobre família, inclusão e mais, coisas que sei que Rick Riordan trabalha muito bem em seus livros. Mesmo assim, temos ao longo das páginas alguns momentos inspirados do autor, que certamente são alguns dos melhores da trilogia.

 8 - As Provações de Apolo: A Profecia das Sombras

Em A Profecia das Sombras, Rick pegou tudo que funcionou no primeiro livro da série e tratou de dar mais corpo. O resultado é um livro ainda mais divertido, com a presença de novos e carismáticos personagens, um aprofundamento da relação entre os protagonistas Apolo e Meg, além de aumentar o mistério em torno dos planos do grande vilão, o Imperador Romano Nero. O final do livro ainda deixa um gancho bem melhor do que foi do primeiro para esse. Sei que estou ansioso para continuar a leitura da série.

 7 - Magnus Chase e os Deuses de Asgard: O Martelo de Thor

Não tenho dúvida. O Martelo de Thor é até o momento meu livro preferido do autor e o melhor da trilogia de Magnus Chase. Foi nesse livro que todas as minhas implicâncias com o protagonista foram postas de lado, pelo simples fato de Rick Riordan ter conseguido achar o tom ideal para trabalhar o personagem. Magnus, ao lado de seus amigos Blitz, Hearth e Sam nos proporcionam uma grande e divertida leitura, com a sensação constante de aventura e que consegue prender o leitor do início ao fim. O livro ainda conta com a adição de uma das melhores personagens da trilogia, Alex Fierro. E claro, temos a sempre incrível maneira com que o autor trabalha com a mitologia.

 6 - Akira: Vol. 1

Akira é considerado um dos, senão o maior clássico dos quadrinhos japoneses e, claro, uma leitura indispensável para qualquer fã de quadrinho no mundo. É uma história que, apesar dos traços datados, Katsuhiro Otomo a escreveu muito a frente de seu tempo. Seus personagens são complexos, com motivações duvidosas e, a grande maioria deles estão longe de ser vistos como mocinhos frente à sociedade. O primeiro volume demora um pouco a engrenar (o principal motivo para não ter entrado entre os 5 primeiros) na grande e aclamada narrativa, mas deixa o terreno mais que preparado para surpresas que virão. Uma ficção científica de primeira e mais do que recomendada.

 5 - Coração de Aço

Em 2017 finalmente comecei a conhecer Brandon Sanderson e fiquei pensando em como ainda não tinha dado chance a nenhum livro do autor. Coração de Aço é o primeiro livro da série Executores, onde alguns humanos misteriosamente ganharam super poderes e os usam para dominar através da força os mais fracos. Esse é um livro que mantém o leitor preso com a ideia de descobrir quais são os pontos fracos dos Épicos, que é como esses super humanos são conhecidos, e de como os personagens lidarão com os problemas que surgem. Aqui Brandon Sanderson constrói de maneira bastante orgânica um mundo onde seus personagens buscam se encaixar, descobrir o que levou a tudo isso a acontecer e tentar recuperar espaço novamente, uma vez que outras perspectivas não são as melhores.

 4 - Matéria Escura

Matéria Escura é um dos queridinhos do ano passado. É uma ficção científica com uma trama complexa mas que ao mesmo tempo faz de tudo para que o leitor não fique perdido em meio ao conceito de múltiplas realidades e de tudo o que acontece com o protagonista do livro. É uma narrativa que nos mantém atentos a tudo o que acontece e que desenvolve seu protagonista de uma maneira fascinante e angustiante.


 3 - Sandman Edição Definitiva Vol. 1

Sandman é uma obra prima dos quadrinhos. Neil Gaiman constrói aqui toda uma gama de personagens e histórias inspiradas em diversas mitologias encontradas pelo mundo, com um roteiro primoroso, arte que acompanha muito bem cada narrativa criada nesse volume. Eu sinceramente pouco sei o que falar sobre as histórias contadas nesse primeiro volume da obra máxima de Neil Gaiman, nada que não seja dizer que Sandman é incrível e que qualquer um deve ler.


 2 - Misborn: O Império Final

Como eu disse, conheci Brandon Sanderson em 2017, e comecei justamente com a primeira era de Mistborn. A primeira coisa que tenho que dizer aqui é que essa série conta com um dos mais incríveis e criativos sistemas de magia de um livro de fantasia, aqui sendo focado em metais. O clima da história é épico, grandioso e os personagens e seus objetivos também seguem essa linha. É uma narrativa ambiciosa e que faz com que o leitor sinta-se ávido por descobrir mais sobre o mundo criado, o sistema de magia, os personagens e seus planos.

 1 - Elric: O Trono de Rubi

Suas definições de grandeza foram atualizadas. O maior motivo de eu ter colocado Elric em primeiro lugar, claro, além da excelente história que ele conta e da arte MARAVILHOSA com a qual conta essa HQ, é o quanto tudo no mundo e principalmente no reino de Melniboné, lar do protagonista Elric, o soberano em comando, mas desacreditado por ser albino e viver necessitado de rituais e sacrifícios para se manter vivo por conta de suas doenças, é grandioso em dimensões mais que épicas. A narrativa é brutal, cruel, cheia de nuances e personagens tão diferentes entre si e uma sensação de que tudo está prestes a desmoronar. Elric é diferente de tudo que já li, seja em livros ou quadrinhos. É algo único e que merece ser conhecido por mais pessoas, tanto através dessa HQ, quanto dos livros, o material original, que quero ler em breve.

E aqui acaba a minha lista. Não foi um ano tão produtivo na questão de números de livros lidos para mim, mas em compensação, conheci muita coisa incrível. Gostaria de fazer menção honrosa, pra finalizar, de algumas obras que realmente me surpreenderam, são elas: Mitologia Nórdica, do Neil Gaiman, excelente livro de contos que via da criação ao fim de tudo dessa mitologia; Jogo de Espelhos, de Cara Delevingne, um ótimo livro de estreia; e Geekerela, que surpreendeu pela ótima releitura de Cinderela.

É isso, espero que tenham gostado. Logo tem a parte 2, com os livros da Gisele.

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário ♥

Postar um comentário