[RESENHA] Antes que eu vá

Autor: Lauren Oliver
Editora: Intrínseca
Páginas: 384
Ano: 2017
Classificação: 4,5/5
Samantha Kingston tem tudo: o namorado mais cobiçado do universo, três amigas fantásticas e todos os privilégios no colégio que frequenta: desde a melhor mesa do refeitório à vaga mais bem-posicionada do estacionamento. Aquela sexta-feira, 12 de fevereiro, que seria apenas mais um dia de sua vida mágica e perfeita, acaba sendo seu último — mas ela ganha uma segunda chance. Sete “segundas chances”, na verdade. Ao reviver aquele dia vezes seguidas, Samantha vai tentar desvendar o mistério que envolve a própria morte – e, finalmente, descobrir o verdadeiro valor de tudo o que está prestes a perder.

Para comemorar a chegada do filme ao cinema, essa edição especial conta com dois contos inéditos que exploram a vida de Samantha antes dos acontecimentos do livro, fotos de bastidores e uma entrevista da autora com a diretora e a protagonista do filme.

Bom dia Divagadores... Olha a semana começando então vamos espantar essa preguiça e nada melhor pra isso do que começar a semana com uma resenha fresquinha. Pra quem não se recorda eu acabei fazendo o caminho inverso com este livro e acabei assistindo o filme primeiro. Quem quiser saber o que achei sobre o filme é só clicar aqui e conferir, mas já aviso que algumas pessoas podem querer me matar com tudo o que eu disse ali. Agora vamos parar de enrolar e vamos ao que interessa, não é mesmo?

Para começar este é o típico caso em que não adianta bater o pé: o livro é melhor do que o filme. E posso dizer sem peso na consciência já que eu assisti o filme primeiro e eu normalmente evito fazer este tipo de coisa porque acabo achando filme melhor. Mas enfim, por que eu achei o livro melhor do que o filme?

Só pra começar eu não tenho paciência com intriguinhas de adolescente e como o livro é mais completo essas intrigas existem sim, mas elas ficam quase que escondidas por trás da trama do livro. Temos sete capítulos onde em cada um deles conhecemos um pouco melhor a Sam e suas amigas e começamos a nos encantar com a personagem e com a trama.


As diferenças que acontecem cada vez que nossa protagonista revive o dia fazem a trama fluir de uma maneira gostosa, que fez com que a gente tenha vontade de continuar lendo e se perdendo na narrativa do livro. O que mais me chama a atenção é que apesar de ser um loop temporal você percebe que cada vez que o dia vai se repetindo a protagonista consegue amadurecer um pouco mais e passar a observar com mais cuidado as coisas que acontecem ao seu redor.

Uma das coisas que eu mais amei neste livro é que apesar de ter visto o filme e não esperar muito dele e saber o que aconteceria no final eu ainda consegui me emocionar e muito. Sem brincadeira, quando cheguei me suas últimas frases eu estava me debulhando em lágrimas e precisei de uns bons minutos para em recompor.


Quanto ao conteúdo extra, infelizmente ele foi a parte decepcionante do livro. Sinceramente eu esperava alguma história que acrescentasse um algo a mais na trama do livro, mas as duas histórias acrescentadas não foram capazes de surpreender em nada, eu pelo menos achei que foi algo que por tudo que foi dito no livro as pessoas poderiam presumir facilmente e como não gostei muito do filme as entrevistas não foram algo que acabaram por me interessar.

É isso ai galera, vou ficando por aqui e espero voltar em breve para trazer mais uma resenha para vocês.

Beijinhos e até a próxima.

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário ♥

Postar um comentário