[RESENHA] Mitologia Nórdica

Autor: Neil Gaiman
Editora: Intrínseca
Páginas: 288
Ano: 2017
Classificação: 4/5
Na mitologia nórdica, Gaiman permanece fiel aos mitos ao prever o maior panteão dos deuses nórdicos: Odin, o mais alto dos altos, sábios, ousados ​​e astutos; Thor, filho de Odin, incrivelmente forte, mas não o mais sábio dos deuses; E Loki-filho de um irmão de sangue gigante para Odin e um malandro e insuperável manipulador.
Através da prosa hábil e espirituosa de Gaiman surgem esses deuses com suas naturezas ferozmente competitivas, sua susceptibilidade a ser enganados e enganar os outros e sua tendência a deixar a paixão inflamar suas ações, fazendo com que esses mitos há muito tempo respirem uma vida pungente novamente.
Olá pessoal. Como sempre, volto com mais uma resenha, dessa vez de um livro o qual eu estava bastante ansioso para ler. Mitologia Nórdica, do mestre Neil Gaiman, uma obra que vai contar, através de quinze contos que transmitem diversas das história presentes em uma das mitologias mais ricas e intrigantes que existem. Então vamos lá conferir o que achei do livro. 


Mitologia Nórdica, como já dito, conta com quinze histórias que narram as vidas de deuses como Odin, Thor, Loki e outros. As histórias são bem independentes, mas isso não significa que não haja conexões entre elas. As narrativas vão desde o início de tudo, onde não havia nada, até o conhecido apocalipse na visão dos nórdicos, o Ragnarok, quando tudo deve acabar para dar lugar a algo novo. 


A escrita de Neil Gaiman é um grande destaque, dessa vez bastante inspirada em conseguir transmitir o quanto puder de informação com palavras simples e diretas. Ainda assim, a essência dessas histórias permanece. Por já ter lido algumas delas de outras maneiras, fica ainda mais claro a pesquisa e o capricho do autor, que se apropria das diversas narrativas, deixa elas da sua cara, mas fazendo parecer como se tivesse sido daquele jeito que elas começaram a ser contadas, desde o início dos tempos. Fidelidade e respeito são duas palavras que resumem muito bem o que Gaiman fez nessa obra em relação à mitologia nórdica. 

Achei fantástico saber como tudo começou, o gigante que deu origem a tudo, como Odin nasceu e toda a história que o faz ser reconhecido como “O Pai de Todos”. Além do princípio, temos contos que contam como os deuses receberam seus tesouros, Gungnir, a lança de Odin, Mjolnir, o Martelo de Thor, entre outros importantes tesouros. Ficamos sabendo um pouco sobre a origem dos filhos de Loki, principalmente três deles, personagens fundamentais no Ragnarok: o lobo Fenrir, a serpente do Midgard Jörmungund e Hel, aquela que governa o submundo. 


Claro, temos alguns contos não tão interessantes assim, muitos deles servem só para reforçar que os deuses nórdicos não são exatamente tão legais assim. Em praticamente todos eles, e até nos melhores, há o reforço do quanto eles pensam só neles mesmos, que eles tem direito a tudo que eles quiserem, não importam os meios para se conseguir isso. E ainda assim, é possível ver que cada um é dotado de virtudes e defeitos bem diferentes. Há os sábios, o fortes, os rápidos, os espertos, os belos e por aí vai. É tudo muito rico. 

E que descrição incrível do Ragnarök! 


Gostei bastante da edição da Intrínseca. Um livro pequeno, boa diagramação, capa dura, capa esta que é muito bonita. 

Leitura muito recomendada se você é fã de Neil Gaiman, da Mitologia Nórdica ou então os dois. São contos curtos, mas muito bem escritos e uma leitura que passa voando. Espero que tenham gostado da resenha e até a próxima.



Comente com o Facebook:

Nenhum comentário ♥

Postar um comentário