[ESPECIAL] Semana Pax - Personagens e Familiares


De volta com o segundo post da Semana Especial Pax. O tema de hoje é Personagens e Familiares no livro.

Pax não é um livro que tenha uma grande quantidade de personagens, mas que pode ser colocado como uma obra que traz, respeita e desenvolve excelentes participações. Os dois protagonistas, Peter e Pax são excepcionais, principalmente Pax, muito pela forma que ele é retratado, com a descoberta de seu lado selvagem, que ficou adormecido por muito tempo pelo fato dele ser domesticado.

Na floresta, ele conta com o apoio de outras raposas que encontra. Através delas chega a discussão sobre a linha tênue entre o bem e o mal que os humanos e suas guerras podem causar.


Peter é uma figura curiosa. Um garoto determinado, capaz de despertar o melhor nas pessoas, mesmo que elas estejam querendo manter-se reservadas com a ideia de que não sabem o que é para o mundo, como é o caso de Vola (Já volto a falar sobre ela). Porém, ele guarda dentro de si uma raiva reprimida, uma herança herdada do pai, que, como todo pai, busca o melhor para o filho, ainda que possa acabar errando nas escolhas.

A mãe de Peter aparece somente através dos pensamentos do garoto, já que ela está morta. Dá para ver ao longo da narrativa o quanto a morte dela afetou o resto da vida de seu filho, que por diversos momentos se culpa pela morte da mãe. Ainda assim, ela tem um efeito bastante positivo nos momentos de lembrança, servindo para confortar o garoto em momentos de angústias, medos e incertezas.


E por fim, temos Vola. Eu, pelo menos, senti na personagem uma ótima demonstração de figura materna para Peter, durante o tempo em que eles passaram junto em uma pausa na jornada do garoto. É uma personagem que não tem certeza do que é, do que gosta, mas que consegue cativar e mesmo com tantas dúvidas na cabeça, sempre procura fazer o que acha ser o certo. Com a presença de Peter na sua vida, ela parece deixar cada vez mais de lado o pensamento de ter que ficar longe das outras pessoas para não causar nenhum mal a elas. 

São poucos, mas excelentes personagens que fazem desta história uma bela lição. 

E é isso. Amanhã de volta com mais um post.

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário ♥

Postar um comentário