[RESENHA] O Livro Secreto

Autor: Grégory Samak
Editora: Intrínseca
Páginas: 176
Ano: 2015
Classificação: 3/5
Ao fim da vida, Elias Ein decide se mudar para uma cidade isolada na Áustria, em busca de tranquilidade para aproveitar sua aposentadoria. Um tempo depois de se instalar em sua nova casa, ele descobre uma escada escondida que dá acesso a uma vasta biblioteca com obras incríveis. E entre elas, Elias descobre algo maravilhoso: o Grande Livro da Vida, uma obra sagrada em que Deus escreveu sobre o destino de cada ser humano.

As citações extraordinárias do livro secreto possibilitam interferir no curso da história. Fascinado pelo poder da obra, Elias, que testemunhou a ascensão do nazismo ao poder e perdeu familiares durante o Holocausto, decide usá-la para mudar o destino. Ele vai tentar salvar aqueles que ama, mas, sabe que, acima de tudo, é o destino de todo um povo que está em jogo.

Com um segredo em mãos e muitas decisões a tomar, Elias vai viver uma aventura que o levará mais longe do que podia imaginar. Uma história atemporal, cativante e sensível, que mistura elementos fantásticos e fatos históricos, O Livro Secreto fala sobre amizade e coragem, ódio e covardia.

Boa noite Divagadores. O mês de janeiro esta quase no fim e só agora eu pude aparecer aqui pra por a minha resenha no ar e dar um 'oizinho'. E então como foram as festas de fim de ano? O mais importante, como foi o Natal? Ganharam muitos livros? Esse ano eu não ganhei nada, mas me dei de presente um box e assim que a minha situação melhorar vou começar a trazer resenha dos livros deles pra vocês, mas por enquanto não vou contar que box é, vai ser segredo. Enfim, sem mais delongas vamos à resenha que é o que interessa. 

Sinceramente a história contida neste livro é tão simples que eu não sei como começar a falar sobre ele. O livro é curto, os capítulos são extremamente pequenos, chegando a não ter muito mais do que três páginas em cada de modo que a sinopse do livro é o suficiente pra ter um bom conhecimento de toda a história do livro. É sério mesmo minha gente, a não ser por outros personagens que aparecem para complementar e dar um sentindo maior na obra.


De maneira geral o livro é realmente muito bom, as ideias por trás da história são simplesmente maravilhosas, mas ele realmente é do tipo que exigia, ou melhor dizendo, merecia que os seus capítulos e a sua história fossem melhor desenvolvidos e por isso acho que não houve uma grande surpresa em sua leitura. Não sei pra vocês, mas para mim não tem nada mais decepcionante do que um livro com uma história promissora.

E agora? Cheguei em um ponto em que não tenho mais o que falar, a única coisa que eu posso dizer é que apesar do livro ser curto e não tão bem trabalhado quanto deveria ser ele ainda oferece uma história boa o suficiente pra chamar a sua atenção e apenas por isso ele não foi uma completa decepção pra mim. O duro é que só me restou ficar aqui imaginando como esse livro poderia ser reescrito para deixá-lo exatamente como merecia ser.


Apesar de tudo isso tenho que dizer que não posso apenas fazer reclamações do livro, tenho que destacar que apesar de ter tido uma grande decepção com uma história que acabou sendo um tanto quanto corrida o final acabou sendo um tanto quanto surpreendente e gostoso de ler, apesar de as coisas não acabarem exatamente da maneira que Elias Ein desejava.

Enfim gente, eu vou ficando por aqui, peço desculpas por não ter feito lá uma grande resenha, mas infelizmente eu juro pra vocês que eu não tenho muito mais o que dizer. Agora já foi, aguardemos para que as próximas resenhas que virão esse ano sejam mais agradáveis e cheias de detalhes mágicos para serem contados aqui... Se bem que eu nunca conto muita coisa porque odeio dar spoilers.

Beijinhos e até a próxima.

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário ♥

Postar um comentário