[Cinema] Cinquenta Tons de Cinza

Direção: Sam Taylor-Johnson
Roteiro: E.L. JamesKelly Marcel
Duração: 125 minutos
Ano: 2015
Classificação: 16 anos
Gênero: Erótico , Drama , Romance
Estrelando: Jamie Dornan e Dakota Johnson
Nota: 4/5
Sinopse: Anastasia Steele (Dakota Johnson) é uma estudante de literatura de 21 anos, recatada e virgem. Uma dia ela deve entrevistar para o jornal da faculdade o poderoso magnata Christian Grey (Jamie Dornan). Nasce uma complexa relação entre ambos: com a descoberta amorosa e sexual, Anastasia conhece os prazeres do sadomasoquismo, tornando-se o objeto de submissão do sádico Grey.


Boa dia Divagadores olha eu aqui aparecendo pra trazer algo completamente diferente do que eu costumo fazer para dentro do blog... Sim, eu vim falar de um filme, coisa que eu jamais pensei que iria fazer. Ok, convenhamos que Cinquenta Tons de Cinza é um daqueles filmes que já deu o que tinha que dar, quem queria ver já viu, que todo mundo reclamou do que tem que reclamar, mas dado o meu caso de amor e ódio com essa trilogia fazia tempo que eu queria assistir o filme e vir deixar aqui as minhas impressões pessoais sobre ele. Se quiserem saber o que eu achei é só continuar me acompanhando.


Antes de começar a falar do filme em si vou começar a falar do meu caso de amor e ódio com esta trilogia. Como muita mulheres por ai eu acabei caindo nas graças do Christian Grey, suspirei várias vezes imaginando aquele homem na minha vida (pra alguns encontros casuais, eu não ia gostar de ser controlada o tempo todo), me empolguei com vários momentos, e passei a ver apenas um defeito que tinha horas que me fazia ter vontade de rasgar o livro e comer: A própria Anastacia Steel. Mas gente, como essa mulher era chata, a trilogia ser narrada por ela começou a me cansar a partir do segundo livro. Sem brincadeiras, por diversas vezes eu tinha vontade de afogar a Ana e a sua Deusa interior na privada. Enfim, quando soube do filme, apesar de todos os meus conflitos internos em relação ao livro, eu fiquei extremamente empolgada pela grande possibilidade da história ser contada sem todo esse mimimi que me torrava a paciência.


Tenho que dizer que nesse ponto o filme atendeu completamente as minhas expectativas, quem cuidou do roteiro deixou a trama que ia pros cinemas completamente fluída e acredito que qualquer um que não leu o livro consegue acompanhar sem ter muitos problemas. Claro que algumas questões ainda ficaram no ar, perdi as contas de quantas críticas eu li onde as pessoas citavam que a Ana era tão sem sal nem açúcar que não sabiam como o Christian podia se interessar por ela... Falta de ter lido os livros, pois uma explicação pra isso lá (não lembro qual livro pra falar a verdade) e eu espero que ela não desapareça nos próximos filmes para continuar mantendo a fluides contida nesta adaptação, então seria bom esperar um pouco antes de sair atirando pedras pessoal.

O filme captou o que é essencial pra história, mostrou mais o lado romance e menos o lado sexo, coisa que eu acho excelente, afinal de contas o livro é um romance com pitadas de cenas de sexo e não um livro de sexo com pitadas de romance e pra quem reclamou que teve sexo de menos nesse filme please, pra mim foi na medida certa pra manter a história rolando, o filme já tem mais de duas horas, imagine se colocassem mais cenas ainda? Quer mais sexo assiste um pornô e vai por mim, do jeito que o mercado pornô é deve ter uma versão de 50 Tons rolando por ai.


Mas para a minha decepção o meu caso de amor e ódio permaneceu e olha que eu normalmente tenho o costume de ver filmes que são adaptados de livros com outros olhos porque sei que é complicado demais colocar o livro na integra nas telas. Pra começar me incomodei com o fato de me deparar com uma Anastacia menos ousada e um Christian romântico demais. Esse é um tipo de mudança na personalidade que era completamente desnecessária... Era a essência dos personagens, o lado controlador e frio do Grey que despertou o interesse das mulheres meio que despencou por terra. Além disso vou ser mega sincera, quando soube que o Jamie Dornan ia interpretar o Christian eu torci o nariz por achar que ele não combinava com o personagem e pra minha infelicidade quando eu assisti o filme tive as minhas suspeitas confirmadas, ele ficou devendo e muito nesse papel. Quanto a atuação da Dakota eu não tenho muita coisa pra reclamar, ela apenas mordia o lábio de jeito meio estranho e acho que em alguns momentos pecaram na maquiagem dela, porque ela parecia muito mais velha de uma hora pra outra (sim, eu reparei nisso).

Uma coisa que vi muita gente comentando é que acharam que não rolou uma química entre o Jamie e a Dakota nas cenas de sexo, eu estava conversando com o meu marido sobre isso logo na primeira cena em que o casal foi pra cama e meu marido disse que parecia que o cara tinha um membro enorme dada a distância entre o corpo dos dois. Analisando as outras cenas que vieram depois eu cheguei a conclusão que não que realmente não tivesse rolando química entre os dois, pra mim faltou um pulso firme da direção pra corrigir esse erro, porque em todas as cenas que envolviam sexo as preliminares eram muito bem feitas e a parte do "vamos ver" que deixava a desejar.


Tenho que destacar ainda que uma coisa que me deixou extremamente satisfeita foi a trilha sonora do filme, achei a escolha das músicas para o filme muito boas, mas o destaque maior foi pra Haunted da Beyoncé e Earned It do The Weeknd, que foram músicas muito bem casadas com os momentos em que apareceram no filme e que são deliciosas de se ouvir.

Bem gente, o que tenho pra dizer sobre o filme é isso... Como o meu caso de amor e ódio continuou não vou dizer que é um filme que vou colocar pra assistir mais vezes, mas vai ser um daqueles filmes que eu vou parar pra ver quando por acaso estiver passando na TV, a única coisa que posso dizer com certeza é que não ficarei tão ansiosa para assistir os dois próximos filmes porque já saquei mais ou menos qual vai ser a pegada que vai rolar.

Vou ficando por aqui Divagadores, não sei quando eu volto, mas eu volto, então beijinhos e até a próxima.

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário ♥

Postar um comentário