Sobre um tal "Pequeno Príncipe"






















E aí Divagadores. Hoje venho com uma postagem um pouco diferente do que estou habituado a fazer. Vou falar, sem propriedade alguma é claro, sobre O Pequeno Príncipe, sem necessariamente resenhá-lo, mas ainda assim deixando uma opinião pessoal e levantando uma questão sobre o livro que eu adoraria vê-los comentando. Vamos lá.

A minha ideia de vir aqui falar sobre O Pequeno Príncipe surgiu depois que eu fui avaliar o livro no Skoob e decidi dar uma passada nas resenhas da galera, pra ver o que o povo pensa do livro, que lições eles tiram e tal. Ali eu percebi uma certa divisão entre a galera que leu a obra: Alguns a amam, outros a odeiam e ainda há os que acham que é um livro que pouco influenciou na sua vida.

Sendo bem sincero com todos, eu gostei da leitura de O Pequeno Príncipe, mas a minha visão dele, antes de lê-lo, de que era um livro infantil, não mudou. Ainda assim, consegui extrair um pouco das mensagens que o livro transmite. Ele foi para mim aquele tipo de livro que consegue passar boas sensações, com história e personagens leves, que consegue cativar, mas que não é tão forte o suficiente para que eu o considere, ainda pelo menos, um livro que eu quero levar para minha vida, como sei que muitos levam, relendo-o e tirando de cada leitura uma nova lição.

Voltando às mensagens que o livro transmite. A que consegui pegar mais claramente e pelo menos em uma primeira visão e reflexão pós-leitura, foi a questão de que as pessoas valorizam demais os bens materiais, o dinheiro, ser maior e melhor que outras pessoas, ou pensar demasiadamente em si, sem se dar conta de que existe alguém do seu lado que se importa de verdade com elas.

Muito provavelmente essa talvez seja a maior mensagem que o autor quis passar para quem estivesse lendo a obra. Daí eu me perguntei em uma viagem de ônibus de volta para casa: Exupéry realmente quis deixar diversas mensagens implícitas no livro, ou a ideia principal dele era somente escrever um livro infantil e toda a comoção histórica da obra é por conta de elementos que ele escreveu que ganharam diversas interpretações em todo o mundo? Talvez seja até estupidez minha levantar tal questionamento, por que muito provavelmente ele quis sim passar alguma coisa com esse tipo de história. Tal ideia veio na minha mente simplesmente por enxergar uma grande divisão de opiniões em relação ao livro. E se as pessoas que o veem como um livro infantil superestimado estiverem certas e ele for só isso? Ou se as pessoas que conseguem tirar milhões de interpretações dos trechos são as que estão certas e essas que odeiam o livro é que não perceberam, ou não tiveram os olhos que o livro exige ter para interpretá-lo da maneira correta? Mas, se o autor não quis passar nada, acho mais interessante ainda o fato do quanto as pessoas conseguem extrair da obra tanta coisa bonita. Sei que eu fico entre um e outro, tirando o fato de que não odiei o livro. E não, não pesquisei muito sobre a história da obra, ou do autor, justamente para levantar um questionamento assim e saber de vocês leitores, suas visões de O Pequeno Príncipe.



Então lhes pergunto, o que vocês acharam de O Pequeno Príncipe quando o leram pela primeira vez? Que questionamentos fizeram a si mesmos e que lições tiraram em uma primeira reflexão? Se houve uma releitura, sua visão da obra mudou? Porque O Pequeno Príncipe é um ótimo livro, ou um péssimo livro, ou um livro irrelevante? 

Faço-lhes essas perguntas por eu também estar com elas na cabeça, desde que acabei a leitura, e olha que já faz algum tempo. Na minha cabeça, processar que O Pequeno Príncipe é infantil, recomendado para todas as idades, foi fácil, agora, processar todo o resto que ele pode me oferecer, me mostrar, é o que tem sido difícil toda vez que me pego tentando entende-lo, por isso mesmo não forço tanto a imaginação para tentar manter minha visão da obra mais próxima possível da que tive em uma primeira impressão. Uma releitura é possível para mim? Quem sabe, não tenho tanto o hábito de reler obras, mas meu interesse com o mundo criado por Saint-Exupéry é capaz de quebrar as barreiras de meus hábitos de leitura. E para falar a verdade, estou esperando com certa ansiedade o filme que está para sair, que pelo trailer, me parece que será algo interessante de se ver. 

Espero que respondam as questões que fiz. Gostaria de ver comentários interessantes sobre o tema que tentei levantar aqui. E super-fãs da obra, não me apedrejem se eu tiver falado algo que não deveria, não foi minha intenção. Só me avisem para mim tomar cuidado da próxima vez que eu vier fazer algo parecido aqui. 

É isso aí galera, post diferente, espero que eu tenha colocado tudo em palavras. E, novamente, respondam. Até a próxima meu povo!

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário ♥

Postar um comentário