[RESENHA] Uma casa no fundo de um lago



Bom dia Divagadores, como tem passado por ai? Espero que todos bem porque aqui eu tenho que dizer que as coisas todas andam um tanto quanto... Tensas? Seria uma boa palavra, mas não viemos aqui para começar a semana falando de mim, e sim de mais um livro do Josh Malerman que é um autor que eu aprendi a gostar muito, então vamos nessa?

Tenho que começar esta resenha dizendo que se você não conhece o Josh, foi ele quem escreveu Caixa de Pássaros, que alias, terá sua adaptação em filme estreando dia 21 de dezembro no Netflix, e também escreveu Piano Vermelho. Eu sou extremamente apaixonada por estes dois livros e a forma como Josh nos prende ao brincar com os nossos sentidos e posso dizer que minha paixão por estas duas obras talvez tenha ofuscado um pouco o meu envolvimento com este terceiro livro.

Ao contrário dos outros dois livros que citei do autor, em Uma casa no fundo de um lago o mistério que vai compor a trama não é apresentado praticamente logo de cara. Há uma introdução dos personagens James e Amélia e da "aventura" quer os levam a encontrar a casa no fundo do lago onde a trama passa a se desenvolver.

Posso dizer que a minha decepção com o livro começou por ai. Mesmo com os capítulos sendo super curtos eu os li de maneira arrastada e totalmente desgostosa, tudo isso porque eu havia criado expectativas em cima de algo e fiquei completamente frustrada. Eu juro pra vocês que tento não criar expectativas em cima das coisas de um escritor que eu gosto, mas infelizmente não tem como.


No momento em que James e Amélia finalmente encontraram a casa eu achei que finalmente a trama iria melhorar, que os mistérios finalmente começariam a aparecer, mas no fim das contas as aspirações de dois adolescentes descobrindo as coisas em um lugar que especial que apenas os dois conheciam eram mais evidentes do que todo o mistério envolvendo aquela casa e como ela foi parar embaixo da água.

Quero que entendam que não estou dizendo que o livro foi ruim, ele apenas não entendeu as minhas expectativas e com isso a leitura acabou sendo arrastada, mesmo com o autor mantendo seu estilo. Aqui temos aquele momento que é extremamente uma opinião pessoal, porque vi muitas pessoas dizendo que amaram o livro. Não vou questionar, apenas fico feliz pelo fato delas terem conseguido expandir a mente e ver a magia onde eu não consegui ver. Acredito sinceramente que se este fosse o primeiro livro do Josh a ser lido por mim as impressões seriam completamente diferentes e eu teria gostado muito.

Enfim, vou ficando por aqui, espero voltar aqui muito em breve.
Beijinhos e até a próxima. 



Autor: Josh Malerman | Editora: Intrínseca | Páginas: 160 | Ano: 2018


[ESPECIAL] A menina que roubava livros #3


Voltei! Para encerrar esse série super especial de posts sobre A menina que roubava livros. Neste post final, trago alguns trechos marcantes, bem como falo um pouco sobre outros livros tão especiais quanto a obra de Markus Zusak. Vamos lá:

[ESPECIAL] A Menina que Roubava Livros #2


Oi pessoal. Voltei para dar continuidade à serie de posts dedicados ao livro A menina que roubava livros. No post de hoje, falarei um pouco sobre como foi a adaptação do livro para o cinema. Então, sem mais enrolação, vamos direto ao ponto.

[ESPECIAL] A Menina que Roubava Livros #1


Oi gente! Estou de volta para dar início a uma série de postagens especiais relacionadas ao livro "A menina que roubava livros", entre outros temas. Vocês devem saber, pelo que já falei aqui no blog várias vezes, que esse livro é um dos meus favoritos da vida. E não há momento melhor para falar dele do que esse, logo antes da chegada do novo livro do autor, Markus Zusak, "O construtor de pontes"aqui no Brasil, através do Clube Intrínsecos.

[RESENHA] Black Hammer - O Evento


Finalmente o segundo volume de Black Hammer está entre nós! E até que foi bem rápida a chegada dele por aqui. Então, sem muita enrolação, vamos lá para uma rápida resenha sobre a continuação da intrigante narrativa que nos foi apresentada no primeiro volume. Fica o aviso de possíveis spoilers no texto a seguir!

[RESENHA] O desaparecimento de Stephanie Mailer



Olá pessoal! Estou de volta para falar mais uma vez sobre o Intrínsecos, o clube de assinaturas da nossa parceira, Editora Intrínseca. Já fizemos um post que apresenta o clube, além de outro que passa uma visão geral do primeiro kit, lançado em outubro. E hoje finalmente trazemos a vocês a resenha do primeiro livro do projeto: "O desaparecimento de Stephanie Mailer", de Joël Dicker.

[RESENHA] Todo o tempo do mundo


Oi gente, tudo bem? Voltei novamente com mais uma resenha para vocês. Hoje trago um livro de um autor nacional, que já elogiei bastante com seu lançamento anterior, "Surpreendente!". Pelo título do post, já sabem: "Todo o tempo do mundo", de Maurício Gomyde.